O AUXÍLIO TAMBÉM PODE VIR DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO

Pais presentes resgatam filhos ausentes!


Setembro amarelo, um mês no qual ocorrem diversas ações para conscientizar à população sobre a importância de cuidarmos da nossa saúde mental e prestar um pouco mais de atenção nas pessoas que nos rodeiam. Aqui no blog está um artigo que fala sobre este mês e como doenças como a depressão podem abalar a vida de diversos indivíduos.


Neste mês podemos observar algumas campanhas alusivas ao setembro amarelo em vários pontos da cidade, escolas e inclusive nos setores públicos e privados com a finalidade de levar informações pertinentes aos indivíduos, especialmente àqueles que estão passando por um momento ruim.


Se quiser desabafar, pedir auxílio ou orientação, ligue 188. A ligação é gratuita. O serviço de apoio e acolhimento funciona todos os dias sem intervalo.


LIGA DE PAIS


Recentemente participei de um encontro chamado Liga de Pais, promovido pela Academia de Desenvolvimento Humano e Tecnológico PatrulhaEUREKA.org. Durante a roda de conversa com os pais foram abordados diversos temas de grande relevância sobre a saúde mental e também sobre a importância dos pais estarem atentos às mudanças de comportamento dos filhos.


Foi um encontro dinâmico facilitado pelo Ville Medeiros, fundador do PatrulhaEUREKA.org, e pela Sylvia Arruda, psicóloga da academia. Na ocasião os pais se mostraram participativos e alguns deles contaram experiências que tiveram com os filhos, muitas emoções e aprendizados. Cada conteúdo passado no encontro estava sendo supervisionado pela psicóloga que também esclareceu diversas dúvidas dos pais.

É muito importante que academias e instituições de ensino em geral, disponibilizem às crianças e adolescentes conteúdos adequados sobre a saúde mental e orientação sobre a forma correta de procurar auxílio, caso seja preciso.


A criança deve saber que não está sozinha e principalmente deve estar pronta para lidar com a frustração. Devemos ensiná-las a ser fortes, saberem lidar com situações difíceis ou que as tirem da zona de conforto. Ou seja, se a chamam de “FEIA”, por exemplo, trabalhar com ela a autoestima e amor próprio para que comentários externos não a abalem. Afinal, o que o outro pensa de mim não é o que eu sou.


INICIATIVA LOUVÁVEL


Segundo Ville Medeiros, o PatrulhaEUREKA.org decidiu abordar os temas tratados no Setembro Amarelo porque acredita no ditado africano que diz: é preciso uma aldeia inteira para se educar uma criança”, ou seja, pais e os ambientes que seus filhos frequentam devem estar alinhados ao abordarem assuntos que tenham papel significativo sob os jovens.


“O PatrulhaEUREKA.org como instituição de aprendizagem desenvolvendo habilidades de vida deve estar preparado neste auxílio. Percebemos a importância disso ao nos depararmos com este assunto em sala e assim buscamos preparar toda a equipe juntamente com os Pais dos Patrulheiros para abordarmos este assunto”, expressou Ville.

O interesse pelo cuidado da saúde mental é o primeiro passo para evitar situações difíceis, dolorosas e muitas vezes irremediáveis, para Ville, “mente sã e corpo são, é saúde, e com saúde podemos realizar nossos sonhos e ajudar pessoas”, enfatizou.


BULLYING


Já ouviu falar? É frescura? O outro que é mole e não aguenta piadas?


Pois bem, o Bullying é uma prática violenta que tem se tornado constante entre adolescentes e crianças. “Brincadeiras” desagradáveis, apelidos desconfortáveis que machucam e contato físico agressivo são só algumas das práticas com zero empatia que muitos pequenos sofrem ou praticam.


Onde mais se pratica o Bullying é nas escolas, ambientes onde existe um significativo conglomerado de estudantes (adolescentes e crianças). Sempre há os mais fortes e extrovertidos e também os mais tímidos e introvertidos. Na busca por chamar a atenção ou pelo desejo de se sentir superior, a pessoa que pratica o ato abusivo, na maioria das vezes, não percebe o mal que está causando. Claro que, essa visão de superioridade é o que podemos ver externamente, mas internamente também é possível que exista um adolescente ou criança com muitos problemas e essa é a maneira que ele ou ela encontrou de pedir auxílio.


Não é livrar o agressor da responsabilidade, mas entender que tanto quem pratica o abuso, como quem o sofre, precisa de ajuda profissional, atenção e apoio dos mais próximos. Familiares e professores devem estar atentos a mudanças repentinas dos alunos, ir a fundo para descobrir o problema, pois uma vez que o copo está cheio, quando transborda, é mais difícil colocar a água novamente no copo.


“O bullying é um problema sério que deve ser atacado de forma estratégica em duas frentes. Tanto fortalecendo quem sofre, ensinando as pessoas a se defenderem e a pedirem ajuda, quanto enfraquecendo quem pratica, ridicularizando a atitude”, finalizou Ville.

Por hoje é só!

Vamos cuidar de nosso corpo, mente e também das nossas crianças, combinado?


Lembrando que todos os meses do anos servem para estarmos alertas e praticar a empatia!


Até mais! Abraço.


Sempre rumo ao Tesouro de Bresa e com muito Harbatol!
0 visualização
  • PatrulhaEUREKA.org
  • PatrulhaEUREKA.org
  • PatrulhaEUREKA.org

Sempre rumo ao tesouro de Bresa e com muito Harbatol!!

Avenida Benjamin Constant, 2023 - Centro - Boa Vista (RR)

(95) 99904-1879

contato@patrulhaeureka.org

Parceiros e Patrocinadores
LOGO EasyDS ATUAL.png